Existo, logo penso! (Ou se Marx foi um filósofo)

Estatuas de Marx e Engels, Berlim, Alemanha O professor (e amigo) Paulo Leal, comentando o post O materialismo inglês e o capitalismo, fez o seguinte aparte: “Amigo, seu texto tem informações importantes (...). Então, para polemizar, que é ótimo nesta seara, quero divergir sobre uma questão fundamental. Marx e Engels não são filósofos. São pensadores. O papel … Continuar lendo Existo, logo penso! (Ou se Marx foi um filósofo)

O materialismo inglês e o capitalismo

A associação do idealismo à ascensão da burguesia ao poder - e à consolidação da formação social e econômica capitalista - é muito comum. Não é incorreto, mas também não é toda a realidade, pelo menos na perspectiva histórica da Inglaterra. Com efeito, correntes materialistas do séc. XVII também foram importantes para o capitalismo nascente, … Continuar lendo O materialismo inglês e o capitalismo

O desmonte da Era Vargas e o retorno ao patriciado burocrático

Getúlio Vargas (1883 - 1954). (Photo by Keystone/Getty Images) O amigo e deputado estadual Jeferson Fernandes (PT) divulgou vídeo de manifestação de pais e professores, ontem à tarde, em POA. A comunidade escolar estava protestando porque o Prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB) remanejou professores de carreira da Escola Neusa Brizola para serem substituídos por terceirizados. Esse … Continuar lendo O desmonte da Era Vargas e o retorno ao patriciado burocrático

Assalariados entre Heráclito e Parmênides

Heráclito, pintura de Hendrick ter Brugghen No artigo transcrito mais adiante, o economista e professor MÁRCIO POCHMANN analisa a desregulamentação das relações entre Capital e Trabalho e o esfacelamento daquilo que denomina de "sociedade salarial", isso por conta das três últimas grandes crises econômicas. O texto me deixou inquieto. Surgiram indagações que exigem um debate … Continuar lendo Assalariados entre Heráclito e Parmênides

O gato angorá de Leonel Brizola

Nas redes sociais, o respeitável juiz Luis Carlos Valois disse que sua mãe, presa duas vezes pelo COI-CODI do Rio, pouco se lixou para o regime militar e, em pleno AI-5, colocou o nome do filho de Luiz Carlos em homenagem a Prestes (aliás, cuja Coluna Invicta partiu aqui da Velha São Luiz Gonzaga, terra … Continuar lendo O gato angorá de Leonel Brizola

O AI-5 de um cabo e um soldado

A direita brasileira vinculada ao clã Bolsonaro tem um visão curiosa, para não dizer distorcida, da democracia. Sempre que criticados, sinalizam o emprego de métodos autoritários, ainda que anunciem que o objetivo é salvaguardar a democracia. Eduardo Bolsonaro, deputado federal e filho do presidente Jair Bolsonaro, outro dia defendeu um novo AI-5, a ser posto … Continuar lendo O AI-5 de um cabo e um soldado

O Clube-empresa e a coisificação do torcedor

Na Arena, presente na campanha que sagrou o Grêmio tri da Libertadores A minha paixão pelo Tricolor dos Pampas é herança materna. A mãe escutava as transmissões esportivas por emissora de rádio, acabei por acompanhá-la nas jornadas e passei a me declarar gremista, isso em 1977. O argumento fundamental que me conquistou: minha mãe dizia … Continuar lendo O Clube-empresa e a coisificação do torcedor

Sem Lula livre, não há salvação para o MP “monstro”

 (Justiça Federal do Paraná/Reprodução/Reprodução) - O modelo concebido de autonomia do Ministério Público almejava impedir que o poder político interferisse indevidamente no campo processual, mas o resultado foi inverso: a atuação processual do MP passou a interferir propositadamente no processo político - A Vaza Jato revela uma profunda crise na atual formatação no Ministério Público. … Continuar lendo Sem Lula livre, não há salvação para o MP “monstro”

Toffoli e Guedes, os novos garotos de Chicago

Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles Em entrevista à revista Veja, o presidente do STF, min. Dias Toffoli, afirmou que teve atuação destacada para evitar uma investida de parlamentares, empresários do setor industrial e militares para derrubar Bolsonaro ou pelo menos minar o seu poder (ver aqui ). Segundo a matéria veiculada pela Veja, para superar a crise … Continuar lendo Toffoli e Guedes, os novos garotos de Chicago

REVOLTADOS, EXISTIMOS

- Cada geração se sente, sem dúvida, condenada a reformar o mundo. No entanto, a minha sabe que não o reformará. Mas a sua tarefa é talvez ainda maior. Ela consiste em impedir que o mundo se desfaça. - Albet Camus, discurso proferido no Nobel de 1957 O escritor e filósofo franco-argelino Albert Camus (1913-1960) … Continuar lendo REVOLTADOS, EXISTIMOS

Professores, retirem seus cérebros!

Como pontapé inicial da Guerra Fria entre os EUA e a antiga URSS/bloco socialista, foi estabelecida a Doutrina Truman, do presidente norte-americano Harry Truman (1945), política externa anti-soviética agressiva, que dava a linha ideológica aos países do bloco capitalista para o combate ao “socialismo real”. Foi o início de um período de bipolarização político-ideológica mundial … Continuar lendo Professores, retirem seus cérebros!

Moro, o Cavaleiro do Apocalipse caído

Sei de alguém que vai passar o Natal remoendo arrependimentos: o Sérgio Moro. Paladino da justiça e da luta contra a corrupção, Moro pediu exoneração do cargo de juiz federal para ser ministro do presidente que ajudou a eleger com suas decisões na condição de magistrado. Inegavelmente, a prisão política de Lula foi conditio sine … Continuar lendo Moro, o Cavaleiro do Apocalipse caído

Moro “técnico”, para inglês ver

  Em 1831, a Inglaterra, movida por interesses econômicos (e, supostamente, humanitários) exigiu do governo regencial do Brasil a criação de norma jurídica que inibisse o tráfico de escravos. Curvando-se às pressões dos ingleses, ainda naquele ano o Brasil editou lei proibindo o tráfico negreiro e dando liberdade os escravos que a partir de então … Continuar lendo Moro “técnico”, para inglês ver

Sem sociedade autônoma não há democracia

"(...) a sociedade precisa corajosamente levantar a questão “de direito” acerca de suas instituições, perquirir a origem de seus valores e de suas crenças mais arraigadas (...)" A utopia (o “não lugar” que buscamos) de construção de uma sociedade democrática – poder do povo – passa pela articulação de uma sociedade autônoma, no meu sentir. … Continuar lendo Sem sociedade autônoma não há democracia