Bolsonaro, o mito que combate a ciência

Os prosélitos do bolsonarismo passaram a chamar o seu líder de mito. Nada mais apropriado. Explico. Nos dicionários, o substantivo masculino “mito” é entendido como uma quimera, coisa ou pessoa que não existe, mas que se supõe real. Mesmo sem qualquer indício da existência do mito, ainda assim acredita-se nele. E crer no mito corresponde … Continuar lendo Bolsonaro, o mito que combate a ciência

O Clube-empresa e a coisificação do torcedor

Na Arena, presente na campanha que sagrou o Grêmio tri da Libertadores A minha paixão pelo Tricolor dos Pampas é herança materna. A mãe escutava as transmissões esportivas por emissora de rádio, acabei por acompanhá-la nas jornadas e passei a me declarar gremista, isso em 1977. O argumento fundamental que me conquistou: minha mãe dizia … Continuar lendo O Clube-empresa e a coisificação do torcedor

Sem Lula livre, não há salvação para o MP “monstro”

 (Justiça Federal do Paraná/Reprodução/Reprodução) - O modelo concebido de autonomia do Ministério Público almejava impedir que o poder político interferisse indevidamente no campo processual, mas o resultado foi inverso: a atuação processual do MP passou a interferir propositadamente no processo político - A Vaza Jato revela uma profunda crise na atual formatação no Ministério Público. … Continuar lendo Sem Lula livre, não há salvação para o MP “monstro”

Estado mínimo, servidor mínimo

Parcela considerável dos eleitores votou em Bolsonaro porque acreditava que ele era um "fato novo" na política, embora com atuação parlamentar pífia nos seus 27 anos de mandato parlamentar (vide aqui). Aliás, Jair Bolsonaro, como deputado, fez algo trágico: votou no projeto de Temer pelo congelamento dos investimentos públicos por 20 anos e, com isso, … Continuar lendo Estado mínimo, servidor mínimo

Toffoli e Guedes, os novos garotos de Chicago

Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles Em entrevista à revista Veja, o presidente do STF, min. Dias Toffoli, afirmou que teve atuação destacada para evitar uma investida de parlamentares, empresários do setor industrial e militares para derrubar Bolsonaro ou pelo menos minar o seu poder (ver aqui ). Segundo a matéria veiculada pela Veja, para superar a crise … Continuar lendo Toffoli e Guedes, os novos garotos de Chicago

A desidratação do regime próprio dos servidores

Dos 5.570 municípios brasileiros, pelo menos 2.111 criaram regime próprio, que é um sistema previdenciário exclusivo para servidores de cada ente federado, designado como RPPS. Os servidores da União e de boa parte dos Estados também são filiados a regimes próprios. Ou seja, trata-se de forma de organização de seguro social consolidada. Tem-se dito que … Continuar lendo A desidratação do regime próprio dos servidores

A reforma previdenciária dos velhacos

Sean Connery, em 2017, andando nas ruas de Nova York, com seu enfermeiro Virou febre na Net a utilização de aplicativo que envelhece o nosso rosto ou o rosto de amigos e conhecidos. Tranquilo, divertir-se faz bem à saúde. Eu mesmo “aderi”. Claro que toda brincadeira só é legítima se não ofender terceiros e respeitar … Continuar lendo A reforma previdenciária dos velhacos

Moral e ética, um diálogo com Paulo Leal

Abaixo, reproduzo conversa pública que mantive (ainda está em aberto), em rede social, com o Dr. Paulo Leal, sobre moral e ética. O objetivo, nem preciso referir, é estimular o debate sobre a instituição de valores morais que animam a sociedade. Manter um diálogo com o professor Paulo Leal é, como diz o gaúcho, uma … Continuar lendo Moral e ética, um diálogo com Paulo Leal

Patrão, não. Economia solidária, sim. Acordo, talvez.

Meu grande amigo Flávio Bettanin, fundador do PT e marxista crítico, relatou na página virtual do Reflexões à Esquerda, no Facebook, e, ainda, pessoalmente, em visita feita no domingo (09JUN2019), que depois de muitos anos reviu emocionado "1900" (ou Novecentos), filme ítalo-francês de 1976, dirigido por Bernardo Bertolucci, com fotografia de Vittorio Storaro e trilha … Continuar lendo Patrão, não. Economia solidária, sim. Acordo, talvez.

Recatada, do lar e com redução de direitos previdenciários

Aspecto do encontro de mães, agora à tarde, em que se falou sobre reforma previdenciária Fui convidado pela Celene Terra para falar, hoje à tarde (11MAI), em encontro de mães, na sede local do PT, sobre a reforma previdenciária proposta pelo Bolsonaro e como ela prejudicará as mulheres. Para atender ao chamamento, rabisquei este post, … Continuar lendo Recatada, do lar e com redução de direitos previdenciários

REVOLTADOS, EXISTIMOS

- Cada geração se sente, sem dúvida, condenada a reformar o mundo. No entanto, a minha sabe que não o reformará. Mas a sua tarefa é talvez ainda maior. Ela consiste em impedir que o mundo se desfaça. - Albet Camus, discurso proferido no Nobel de 1957 O escritor e filósofo franco-argelino Albert Camus (1913-1960) … Continuar lendo REVOLTADOS, EXISTIMOS

O fetichismo das emendas parlamentares

Adoração do bezerro de ouro, Nicolas Poussim Um pedido especial àqueles que inadvertidamente acessaram essa postagem: por favor, antes de proferir qualquer "juízo de valor" sobre o mensageiro, leia a mensagem até o fim! Até para que se entende a razão do título. Sei que não é lá muito diplomático revistar a discussão sobre emendas … Continuar lendo O fetichismo das emendas parlamentares

Entre brigas de Botafogo e funcionário de Bolsonaro, Banca ameaça com golpe

(Foto: Fátima Meira/Futura Press/Folhapress) O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), vulgo “Botafogo”, magoado com a prisão de Moreira Franco, o “Gato Angorá”, esposo de sua sogra, afirmou que a direita, agora alojada no Planalto e liderada pelo presidente Bolsonaro, tem de apresentar um projeto para combater a pobreza. Enxerto aqui pequeno fragmento … Continuar lendo Entre brigas de Botafogo e funcionário de Bolsonaro, Banca ameaça com golpe

Professores, retirem seus cérebros!

Como pontapé inicial da Guerra Fria entre os EUA e a antiga URSS/bloco socialista, foi estabelecida a Doutrina Truman, do presidente norte-americano Harry Truman (1945), política externa anti-soviética agressiva, que dava a linha ideológica aos países do bloco capitalista para o combate ao “socialismo real”. Foi o início de um período de bipolarização político-ideológica mundial … Continuar lendo Professores, retirem seus cérebros!

Milícias, clã Bolsonaro, direitos humanos e Maria do Rosário

Foto de Marcelo Camargo Tenho profunda admiração pela Maria do Rosário. Enfrentar o senso comum e o preconceito em defesa dos direitos de todos humanos requer uma imensa coragem. Sim, porque não se está somente defrontando preconceitos e ideias conservadoras, mas a própria violência de um sistema que concentra poder e renda ao custo de … Continuar lendo Milícias, clã Bolsonaro, direitos humanos e Maria do Rosário