A burguesia brasileira como raiz do atraso

Agora pela manhã, de orelha no rádio do carro, sintonizado em emissora local (Missioneira), programa conduzido pelo radialista Nivaldo Amaral, acompanhei parte da entrevista concedida pelo Sr. Paulo Cezar Vieira Pires, que celebrou, satisfeito, os rumos da economia brasileira. O entrevistado, liderança local e regional, informou aos radiouvintes que um profundo sistema competitivo vai se instalar … Mais A burguesia brasileira como raiz do atraso

A formação da consciência de classe

Retomo o exame sobre a consciência de classe. O motivo da revisita: verifiquei que o amigo Flávio Bettanin confiou-me a tarefa de introduzir, no próximo encontro do grupo Reflexões à Esquerda, o tema sobre classes sociais, utilizando como “texto base” a entrevista concedida pelo sociólogo Jessé José Freire de Souza ao The Intercept Brasil (acesse … Mais A formação da consciência de classe

PT de São Luiz, em nota, critica proposta de retrocesso sobre insalubridade

Abaixo, faço a reprodução da nota da direção municipal do PT sobre o projeto do Governo local que, de forma desastrosa, atinge o direito ao adicional de insalubridade dos municipários. Conforme a mídia tem divulgado, o Projeto de Lei nº 074/2018 busca alterar o modelo de caracterização e classificação das atividades insalubridades e perigosas a que … Mais PT de São Luiz, em nota, critica proposta de retrocesso sobre insalubridade

Bolsonaro, capitalismo e o “efeito Eichmann”

A filósofa Hannah Arendt, viva fosse, encontraria farto material para aprofundar seus estudos e, quiçá, fazer uma reedição ampliada do livro Eichmann em Jerusalém, colocando novo capítulo, intitulado “o novo Eichmann, o caso brasileiro”. Para os que ainda não leram Eichmann em Jerusalém, faço um inofensivo spoiler. Na obra, Hannah Arendt aborda o desenrolar do … Mais Bolsonaro, capitalismo e o “efeito Eichmann”

A esquerda do “movimento” e a direita da “ordem”

A discussão se ainda há uma esquerda e uma direita já foi de muito superada. Aliás, a negativa da díade tornou-se um marcador que identifica quem é da direita envergonhada. E há, possivelmente, algumas pessoas à esquerda que em determinados ambientes sintam-se mais confortáveis escondendo sua ideologia no fundo do armário (um “disfarce” para sobreviver). … Mais A esquerda do “movimento” e a direita da “ordem”

Os “humanos direitos” que não aceitam os Direitos Humanos

Marcos Rolim, em “A Atualidade dos Direito Humanos“, sinalou que Cornelius Castoriadis estava correto quando afirmou que: “a vitória do ocidente ao final deste milênio foi, antes, a vitória da televisão, dos jipes e das metralhadoras, do que a vitória do habeas-corpus, da soberania popular e da responsabilidade do cidadão”. Nesta semana de locaute promovido … Mais Os “humanos direitos” que não aceitam os Direitos Humanos

A dialética do movimento dos caminhoneiros e o papel da esquerda

O movimento dos caminhoneiros se revela dialético na medida em que, sob o ponto de vista da luta de classes, contem demãos, camadas que se apresentam em díade. Com efeito, os “rebeldes” são formados por caminhoneiros assalariados, autônomos e, ainda, por patrões (que agem mais na penumbra). Tem greve, mas tem, sobremaneira, locaute (o que … Mais A dialética do movimento dos caminhoneiros e o papel da esquerda