BILHETES

NOTAS SOBRE POLÍTICA E CIDADANIA

Preguiça e oportunismo eleitoral O presidente miliciano, Bolsonaro, além de preguiçoso é “batedor de carteira”. Não cria nenhuma política pública social. E agora, oportunista, pressionado pelo famigerado “centrão” e pensando na reeleição, apropria-se dos programas sociais dos governos do PT, apenas troca os nomes! Arroz valendo ouro Bolsonaro permitiu que o Brasil exportasse arroz sem …

Continue lendo

A direita brasileira vinculada ao clã Bolsonaro tem um visão curiosa, para não dizer distorcida, da democracia. Sempre que criticados, sinalizam o emprego de métodos autoritários, ainda que anunciem que o objetivo é salvaguardar a democracia. Eduardo Bolsonaro, deputado federal e filho do presidente Jair Bolsonaro, outro dia defendeu um novo AI-5, a ser posto …

Continue lendo

Os prosélitos do bolsonarismo passaram a chamar o seu líder de mito. Nada mais apropriado. Explico. Nos dicionários, o substantivo masculino “mito” é entendido como uma quimera, coisa ou pessoa que não existe, mas que se supõe real. Mesmo sem qualquer indício da existência do mito, ainda assim acredita-se nele. E crer no mito corresponde …

Continue lendo

Parcela considerável dos eleitores votou em Bolsonaro porque acreditava que ele era um “fato novo” na política, embora com atuação parlamentar pífia nos seus 27 anos de mandato parlamentar (vide aqui). Aliás, Jair Bolsonaro, como deputado, fez algo trágico: votou no projeto de Temer pelo congelamento dos investimentos públicos por 20 anos e, com isso, …

Continue lendo

Dos 5.570 municípios brasileiros, pelo menos 2.111 criaram regime próprio, que é um sistema previdenciário exclusivo para servidores de cada ente federado, designado como RPPS. Os servidores da União e de boa parte dos Estados também são filiados a regimes próprios. Ou seja, trata-se de forma de organização de seguro social consolidada. Tem-se dito que …

Continue lendo

Virou febre na Net a utilização de aplicativo que envelhece o nosso rosto ou o rosto de amigos e conhecidos. Tranquilo, divertir-se faz bem à saúde. Eu mesmo “aderi”. Claro que toda brincadeira só é legítima se não ofender terceiros e respeitar os Direitos Humanos. Olhando a imagem acima, do intérprete de 007 (o inquebrantável …

Continue lendo

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), vulgo “Botafogo”, magoado com a prisão de Moreira Franco, o “Gato Angorá”, esposo de sua sogra, afirmou que a direita, agora alojada no Planalto e liderada pelo presidente Bolsonaro, tem de apresentar um projeto para combater a pobreza. Enxerto aqui pequeno fragmento para ilustrar. A dor …

Continue lendo

Segundo Anita Nowak, professora na Universidade McGill, pela empatia reconhecemos que todos compartilhamos uma humanidade comum e que somos dignos. Diz ela que a empatia é o único o sentimento capaz de afirmar a igualdade entre os seres humanos. Mas o que se vê na formação social e econômica capitalista é que o cidadão pequeno …

Continue lendo

  Em 1831, a Inglaterra, movida por interesses econômicos (e, supostamente, humanitários) exigiu do governo regencial do Brasil a criação de norma jurídica que inibisse o tráfico de escravos. Curvando-se às pressões dos ingleses, ainda naquele ano o Brasil editou lei proibindo o tráfico negreiro e dando liberdade os escravos que a partir de então …

Continue lendo

Calma.  O manisfeto, conforme revela o título, não tem relação com a eleição à Presidência da República. O voto contra o fascismo, o ultraconservadorismo (político e de costumes) e o obscurantismo, na esfera federal, é o voto em Fernando Haddad! Reporto-me, bem claro, à disputa ao Piratini, em que os dois candidatos que passaram ao …

Continue lendo

A filósofa Hannah Arendt, viva fosse, encontraria farto material para aprofundar seus estudos e, quiçá, fazer uma reedição ampliada do livro Eichmann em Jerusalém, colocando novo capítulo, intitulado “o novo Eichmann, o caso brasileiro”. Para os que ainda não leram Eichmann em Jerusalém, faço um inofensivo spoiler. Na obra, Hannah Arendt aborda o desenrolar do …

Continue lendo

Tenho acompanhado cronistas preocupados com a força eleitoral de Bolsonaro e com a possibilidade concreta de sua eleição à presidência da República. De lambuja, seguindo o modismo nacional, responsabilizam de algum modo o Partido dos Trabalhadores. No caso, imputa-se ao PT uma conduta de imobilidade no combate ao movimento fascista, perdido em outras pautas menores …

Continue lendo

Devaneios Irrelevantes

Reflexões desimportantes de mais um na multidão com tempo livre e sensações estranhas

REBLOGADOR

compartilhamento, humanismo, expressividade, realismo, resistência...

THE DARK SIDE OF THE MOON...

Minha maneira de ver, falar, ouvir e pensar o mundo... se quiser, venha comigo...

Marcos Rolim

NOTAS SOBRE POLÍTICA E CIDADANIA

Eliane Brum

Desacontecimentos

Socialista Morena

NOTAS SOBRE POLÍTICA E CIDADANIA